5 de abr de 2009

Respingos


Gotas do céu caem lá fora
e eu daqui da janela posso vê-las, senti-las, cheirá-las...
A vontade que tenho é de sair,
ir lá fora e poder sentir de verdade a chuva tocar todo o meu corpo,
escorregar e purificar a minha alma impregnada de negatividade.
De pés descalços sair correndo em direção ao nada e gritar que eu quero ser feliz!
Mas já é madrugada (ou não tão madrugada assim) e eu estou aqui
imaginando como seria bom,
posso até sentir a chuva, e o que sentiria naquele momento surreal,
mas continuo sentada em frente ao computador,
a imaginar, sonhar, absorta em pensamentos vazios,
a conversar com gente estranhamente normal.


Nenhum comentário: