17 de abr de 2010

"[...] por onde anda você,
tão distanciado, tão silencioso?
Em que nova galáxia posso te encontrar outra vez [...]
Vez enquando baixa uma saudade,
quase sempre..."

Caio F.

Nenhum comentário: