26 de ago de 2010



"Eu quase não gosto mais de você, eu quase consigo tirar você de mim, eu quase não percebo mais a sua existência. Mas é ai que eu quase não esqueço que nós somos quase iguais..." 

Tati B.

Um comentário:

Lu Dantas disse...

O quase é aquela ainda incerteza da decisão a tomar, sabe? É permanecer naquela linha tênua entre o ser e deixar de ser, amar de vez ou esquecer...

Beijo