2 de ago de 2010



"Perdão é quando o Natal acontece em maio, por exemplo.
Desculpa
é uma frase que pretende ser um beijo.
Excitação
é quando os beijos estão desatinados pra sair de sua boca depressa. [...]
Emoção
é um tango que ainda não foi feito.
Ainda
é quando a vontade está no meio do caminho.
Vontade
é um desejo que cisma que você é a casa dele.
Desejo
é uma boca com sede.
Paixão
é quando apesar da placa "perigo" o desejo vai e entra.
Amor
é quando a paixão não tem outro compromisso marcado. Não. Amor é um exagero... Também não. É um desadoro... Uma batelada? Um enxame, um dilúvio, um mundaréu, uma insanidade, um destempero, um despropósito, um descontrole, uma necessidade, um desapego? Talvez porque não tivesse sentido, talvez porque não houvesse explicação, esse negócio de amor ela não sabia explicar...."
  
Adriana Falcão

Nenhum comentário: